Boteco São Bento – Vila Madalena

Essa semana rolou um bafafá na blogosfera / twitteresfera por conta do referido bar. O blog Resenha em 6, que se propõe a fazer resenhas em 6 linhas de texto, publicou um texto esculhambando o Boteco São Bento e afirmando ser o pior bar do Sistema Solar.

O post você pode ler abaixo (a “censura” nos palavrões é minha):

Depois da Faixa de Gaza e do Acre, este é o pior lugar do mundo para você ir com os amigos. Caro, petiscos sem graça e, principalmente, garçons ultra-power-mega chatos: você toma dois dedos do seu chopp, quente e azedo que nem xo**** nos tempos dos vikings, eles já colocam outro na mesa. E se você recusa, eles ainda ficam putos. Só tulipadas diárias no r*** para justificar tamanha simpatia no atendimento.

Raphael Quatrocci no blog Resenha em 6

O resultado do post foi uma série de comentários, alguns anônimos, outros utilizando nomes dos proprietários (não dá pra saber se vieram mesmo deles), atacando o blogueiro com ofensas e ameaças. Depois de centenas de comentários, a maioria deles apoiando o conteúdo da resenha ou criticando a ação dos “donos”, o Raphael anunciou no Twitter a chegada de uma notificação extra-judicial que exigia a retirada do post do ar em até 24 horas – ordem que o Raphael acatou, removendo o texto.

Sem querer defender totalmente o blog Resenha em 6, pois em minha opinião o Raphael não precisava apelar, a ação tomada pelo estabelecimento foi um belo de um tiro no pé, que me lembrou só um pouco o Rancho da Traíra – a diferença é que, nesse caso, tanto o texto do blog quanto a solicitação do estabelecimento, não saíram da linha que poderia ser considerada ofensiva. Além de perder vários possíveis clientes por conta da resenha e dos comentários, o Boteco São Bento ainda virou um case de como não lidar com a mídia social (basta procurar pelo nome do bar no Google, para confirmar).

Ao invés de gastar tempo e energia em ameaçar e notificar o blogueiro (que também é jornalista – não que isso faça alguma diferença), poderia virar o jogo a seu favor, com simples ações de relacionamento. Além, é claro, de investigar o atendimento em seu bar e melhorar o que fosse possível.

Eu mesmo já fui no Boteco São Bento da Vila Madalena com a minha família e fui embora minutos depois. Além do chopp Sol meio aguado e não tão gelado, o atendimento era bem demorado. Após tentar fazer um pedido de petiscos por mais de 20 minutos, desistimos e fomos embora para o bar do outro lado da rua.

Dica de sobrevivência na Internet: ouça, depois ouça de novo e não responda imediatamente, principalmente com raiva. As palavras ficam e podem ser replicadas infinitamente.

Mantra digital: Tirar um conteúdo da Internet é como tirar xixi da piscina. #fikdik

5 thoughts on “Boteco São Bento – Vila Madalena

  1. O estabelecimento podia simplesmente chamar o pessoal pra voltar e “limpar o nome” com um atendimento melhor. Um simples “Que tal um #NoB por aqui e a gente conversa?” faria tanta diferença…

    Mas é claro que isso (ainda) está bem longe da realidade.

  2. Cara, eu já ouvi de cliente coisas do tipo “ai, será que não dá pra gente achar o telefone desse blogueiro e pedir pra ele tirar esse conteúdo do ar”. Quase caí da cadeira de dar risada quando desliguei o telefone! Minha resposta foi bem educada e paciente, mas o recado foi “não sabe brincar, nao brinca”.

Fazer um comentário