Dica de passeio para fazer com as crianças: Sitio do Pica Pau Amarelo

640x427xsitio-do-pica-pau-amarelo-girl-stuff-02.jpg.pagespeed.ic.2MqQAuno6S

Está rolando um evento de férias muito legal para crianças de até 12 anos lá no Shopping Vila Olímpia: O Sítio do Pica Pau Amarelo, uma área que representa a casa do sítio, com a varanda da Dona Benta, aonde uma senhorinha fofíssima fica sentada em uma cadeira de balanço conversando e contando histórias de Monteiro Lobato para as crianças.

Tem também a Cozinha da Tia Anastácia, aonde elas tem atividades ligadas à jardinagem e artesanato, assim como no Camarim da Narizinho e Cantinho da Emília, aonde elas aprendem a fazer acessórios com miçangas e porta retratos com os personagens da Turma.

640x480xsitio-do-pica-pau-amarelo-girl-stuff.jpg.pagespeed.ic.mD0uikoQ8c

No Laboratório do Visconde, o personagem – que é cheio de trejeitos e engraçadíssimo – ensina as crianças a prender o saci dentro de uma garrafa e também mostra insetos super diferentes.

Além dessas atividades, tem um cantinho para colorir os personagens, ler ou ouvir histórias, jogar jogos antigos como quebra cabeça e jogo da memória, um painel para conhecer mais sobre cada um dos personagens e muito mais!

O evento vai até o dia 01 de fevereiro e acontece das 14hs às 19:30hs. A entrada é gratuita. O Shopping Vila Olímpia fica na Rua Olimpíadas, 360 – Vila Olímpia – São Paulo. Para mais informações, ligue: (11) 4003-4173.

Mostra: O mundo de Mafalda

O mundo da mafalda

A mostra “O mundo da Mafalda“, que já passou por vários países e agora está no Brasil, é um programa super gostoso de férias tanto para as crianças, quanto para os adultos que, possivelmente, leram muito os quadrinhos dessa garotinha super esperta!

Lá você vai ver:

– A réplica do carro do pai da Mafalda;
– Uma série de objetos da imaginação da personagem, como uma cadeira para esperar soluções dos adultos e como ela “enxerga” um relógio (é engraçadíssimo!);
– Diversos objetos que aparecem nas histórias;
– Centenas de tirinhas que fazem parte do contexto para você ler e matar a saudade;
– Mensagens impactantes de vários personagens, como essa que ilustra o post;
– Um painel com o rosto da Mafalda para tirar foto e publicar nas redes sociais;
– Oficina de artes para usar e abusar da criatividade e imaginação na hora de criar desenhos que remetem aos personagens (depois de prontos, eles são colados na parede e passam a fazer parte da exposição);
– Uma parte toda dedicada a falar sobre as características de cada um dos personagens, além do Quino, o cartunista criador;
– Um mural de flores de pano lindíssimo para você tirar foto com a Mafalda.
– A réplica do apartamento de um dos seus vizinhos, que é bem parecido com o dela e se sentir dentro dos quadrinhos.

Enfim. Tem uma infinidade de coisas muito legais para ver. Vale a visita!

O mundo da mafalda 02

O Mundo da Mafalda fica na Praça das Artes, na Avenida São João, 281 – Sé – bem pertinho da Galeria do Rock. É gratuita e fica disponível até o dia 28 de fevereiro de 2015. Para mais informações, ligue: (11) 3397 0327

Exposição Leonardo da Vinci: A natureza da invenção

Exposição-Leonardo-da-Vinci-A-Natureza-da-Inveção-Manual Sp

Está em busca do que fazer nesse final de semana? Que tal dar uma passada pela exposição do Leonardo da Vinci? Nós fomos e adoramos! A primeira dica é: Vá com roupas e calçados confortáveis e leve água, pode ser que você demore para conseguir entrar, pois a exposição é pequena, então é liberada em pequenos lotes de pessoas.

O foco principal são as réplicas das invenções de Leonardo Da Vinci que foram separadas entre “Introdução”, “Transformar o movimento”, “Preparar a Guerra”, “Desenhar a partir de organismos vivos”, “Imaginar o voo”, “Aprimorar a manufatura” e “Unificar o saber”.

Embora a maioria dessas invenções expostas fossem “miniaturas”, isso não tornou a exposição menos interessante, principalmente por que tinha explicações detalhadíssimas (inclusive em outros idiomas) sobre todas elas, algumas em imagens 3D para facilitar o entendimento e a visualização do projeto em funcionamento e outras que você podia tocar para ver em suas próprias mãos como funcionava.

A propósito, essa exposição é muito interativa, tem diversas coisas que você pode “mexer” para ver funcionando. Achei isso muito legal.

Algo que me chamou bastante a atenção foi o fato de toda a exposição ter imagens em alto relevo e explicações em braile para deficientes visuais e o que não tinha como sentir para entender, era explicado por vídeo com áudio, que era acionado por um botão de “início” ou “play” que, a partir disso, definia qual era o idioma que você gostaria de ouvir.

Sobre as peças de Da Vinci em si, acho que não preciso dizer muita coisa. O cara era simplesmente genial e é totalmente compreensível o fato de ele não dormir como uma pessoa comum, parece que ele não queria perder tempo, dá para sentir a empolgação dele aplicada em tudo, mesmo sendo demais – em todos os sentidos da palavra – para aquela época, tanto que várias coisas, desde simples aparatos, só passaram a ser usados em nosso cotidiano muitos e muitos anos depois de sua invenção.

É surreal tentar se colocar no lugar de Da Vinci para enxergar o mundo com os olhos de criador que ele tinha. É fascinante ver pessoalmente muito do que serviu como inspiração/ponto de partida para as tecnologias que temos hoje.

Recomendo demais a visita e sugiro que você pegue o guia que é disponibilizado na entrada do local para ir lendo enquanto vê cada parte da exposição.

A exposição Leonardo da Vinci: A natureza da invenção fica na Galeria de Arte do SESI – SP na Avenida Paulista, 1313, próximo ao metrô Trianon-Masp e estará em cartaz até o dia 10 de maio de 2015. A entrada é gratuita.

São Paulo: A cidade mais subestimada do mundo

9477cb04-c3a6-4335-bacb-81b3f86304ee

Não sei se é costume de nós, brasileiros, olhar com brilho nos olhos para praticamente tudo que é estrangeiro e muitas vezes não enxergar as infinidades de coisas bacanas que temos bem pertinho de nós, mas é fato que isso acontece muito e é bem bacana poder resgatar esse brilho, essa sensação boa que sentimos quando viajamos para fora, ao ver o lugar que vivemos através dos olhos de um estrangeiro que o admira, chega até ser emocionante.

O fotógrafo americano Walker Dawso, residente de San Francisco, passou seis semanas em São Paulo e fez um mini documentário chamado “São Paulo: The Most Underrated City in the World” (São Paulo: A cidade mais subestimada do mundo), parte do projeto Breaking Borders.

No vídeo ele fala um pouquinho sobre diversos pontos turísticos da cidade, sobre a nossa diversidade, seu lugar preferido para morar, os lugares interessantes para comer e se divertir, etc. Confira:

Exposição do Chaves

exposição-chaves-manualsp

O SBT organizou no pavilhão da Criatividade Popular Darcy Ribeiro do Memorial da América Latina, uma mostra – parte da exposição SBT Compartilhe – que reproduz a Vila do Chaves e exibe os melhores episódios da série em um telão, tudo para homenagear o ator e criador do personagem, Roberto Bolaños, que infelizmente faleceu na última sexta-feira.

A inauguração foi ontem e o sucesso foi tão grande que houve uma prorrogação e agora ela acontecerá até o dia 07/12 (exceto hoje). A entrada é gratuita.

exposição-chaves-02-manualsp